terça-feira, 27 de abril de 2010

Diáspora Negra em Números

- O tráfico de escravos a partir da descoberta das Américas, grande responsável pela dispersão dos negros, durou cerca de 4 séculos, do início do séc. XVI ao fim XIX.
- O tráfico de escravos foi oficialmente proibido no Brasil em 1830, mas ocorreu clandestinamente até o final daquele século. Cerca de 40% dos embarcados morriam na viagem ao país.
-A Conferência de Berlim, realizada entre novembro de 1884 e fevereiro de 1885, dividiu o território africano entre as potências européias. A divisão não respeitou fronteiras históricas, étnicas, ou mesmo laços familiares, sendo o embrião do atual mapa do continente e dos conflitos existentes.
- O Brasil é o país fora da África com o maior número absoluto de descendentes de negros, cerca de 85,8 milhões de pessoas. Em seguida vem os EUA com 38,5 milhões e Colômbia com cerca de 9,5 milhões.
- Os países não africanos com maior percentual de população negra são: São Cristóvão e Nevis com 98%; Haiti com 97,5% e Jamaica com 97,4%. O Brasil possui 6% de negros mais 38,2% de pardos. Os EUA possuem 12,9% de negros.
- A Europa possui 2,1% de negros. Portugal possui 2%, Espanha 1,3% e a França 3%. Esta última registra grande fluxo de imigrantes do norte africano nos últimos anos.
- O mundo deve ter em outubro de 2010 cerca de 7 bilhões de pessoas. 4 bilhões vivem na Ásia. Os negros do mundo inteiro somam cerca de 1 bilhão.

Um comentário:

  1. olá, gostaria de saber as fontes destes dados citados. Obrigada!
    fabi

    ResponderExcluir